Buscar
  • Buddy Bear Digital

Abril Azul: Mês de Conscientização sobre o Autismo


Estima-se que em todo o mundo, haja mais de 70 milhões de pessoas portadoras de autismo, o que corresponde a cerca de 1% da população mundial, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, cerca de 2 milhões de pessoas são autistas. O autismo é dividido em três níveis: leve, moderado e grave. A patologia pode ser identificada já nos primeiros meses de contato do bebê, e o diagnóstico prévio é fundamental.


Neste mês, Abril Azul volta o olhar para o problema com o objeto de ajudar a população de todo o mundo a se conscientizar sobre a inclusão de pessoas com autismo. O Dia Mundial de Conscientização do Autismo é celebrado em 2 de abril.


Mas afinal, o que é autismo?

O autismo é um transtorno no desenvolvimento caracterizado pelo atraso no desenvolvimento das habilidades sociais, comunicativas e cognitivas. Os portadores dos transtornos do espectro autista podem se destacar em habilidades visuais, música, arte e matemática.


O espectro pode ser associado com deficiência intelectual, dificuldades de coordenação motora e de atenção e, às vezes, o autista pode ter problemas de saúde física, como sono e distúrbios gastrointestinais, e podem desenvolver problemas como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, dislexia ou dispraxia. Na adolescência, pode-se desenvolver ansiedade e depressão.

Mesmo o autismo poder ser determinado apenas por um especialista, algumas reações podem ser observadas em quem tem a doença, como por exemplo: não se reconhecer pelo nome, não reclamar ao ser deixado sozinho, ter fisionomia pouco expressiva, não interagir com outras pessoas e ter comportamentos repetitivos.


Alguns sintomas

  • A maioria das pessoas com autismo é boa em aprender visualmente;

  • Algumas pessoas com autismo são muito atentas aos detalhes e à exatidão;

  • Geralmente possuem capacidade de memória muito acima da média;

  • É provável que as informações, rotinas ou processos uma vez aprendidos sejam retidos;

  • Algumas pessoas de espectro autista conseguem concentrar-se na sua área de interesse específico durante muito tempo e podem optar por estudar ou trabalhar em áreas afins;

  • A paixão pela rotina pode ser fator favorável na execução de um trabalho;

  • Indivíduos com autismo costumam ser funcionários leais e de confiança.


O Jornal da Cultura Primeira Edição do 2 de Abril de 2015, abordou o tema do Autismo, aproveitado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. E nós tivemos a oportunidade de contarmos a história do Joaquim, meu filho, hoje com 11 anos, esse é nosso anjo azul que ilumina nossas vidas.

É importante que você compartilhe esse post, para que mais e mais pessoas possam se conscientizar e entender as nuances do Transtorno do Espectro Autista, seus gradientes, para que um dia possamos acabar com o preconceito e favorecer a inclusão dessas pessoas dentro da sociedade, que juntos possamos lutar por politicas publicas que venham oferecer algum colchão social para essas famílias, que muitas vezes acabam destruídas, a mídia não trata do assunto com a regularidade que deveria, dada a importância e a relevância dos impactos que o TEA e o TDAH tem no mundo de hoje.

16 visualizações0 comentário